facebook_pixel

Desenvolvimento Comunitário

Promover a expansão da cosmovisão cristã dentro de diversas comunidades atingidas por realidades de pobreza extrema, catástrofes naturais, mudanças drásticas de vida causadas por perseguições ou contextos de guerras. Este é o objetivo do desenvolvimento comunitário que promovemos, criar uma nova mentalidade que conduza a uma mudança significativa e duradoura na história das comunidades.

Uma vez diagnosticada a necessidade dessa atuação, buscamos ferramentas dentro de cada contexto para levar auxílio e utilizamos pastores e líderes como pontes para multiplicar a visão e conduzir o crescimento e desenvolvimento da comunidade, que será a protagonista no processo.

Onde estamos trabalhando ?

Haiti

Estamos na nação haitiana desde janeiro de 2010, quando um terremoto assolou aquele país. Após a catástrofe, uma das grandes dificuldades diagnosticadas no contexto local foi a dependência de recursos estrangeiros e nosso desafio, então, foi o de instrumentalizar líderes para promover uma mudança relevante no país através de suas comunidades. Iniciamos então a Escola de Desenvolvimento Comunitário (EDC), que visa treinar e capacitar lideranças comunitárias a fim de promover a tão sonhada transformação da realidade.

O programa já beneficiou cerca de 200 pastores e líderes e, em março de 2015, estamos na quinta edição da EDC no Haiti.

Uganda

Em parceria com a Refugee Alliance, iniciamos aulas de inglês para refugiados congoleses em Kampala. O projeto surgiu após observamos que o domínio do idioma é determinante para que se consiga uma vaga no mercado de trabalho local. De segunda a sexta-feira ministramos a diversos irmãos que poderão alcançar uma colocação profissional e, assim, recomeçar suas vidas.

Oriente Médio

Existem milhares de refugiados espalhados pela Jordânia, a maioria vinda do Iraque e da Síria. Alguns estão em campos sustentados pela ONU e outras organizações, mas muitos vivem em situação de refúgio sem qualquer apoio, em diferentes regiões da capital Amã (Jordânia). Atuamos em parceria com a igreja jordaniana, dando suporte a vários cristãos.

Semanalmente, atendemos de quatro a cinco famílias de refugiados cristãos (uma média de oito a doze pessoas por família) em nossa clínica médico-odontológica. A partir deste atendimento iniciamos o acompanhamento e discipulado dessas famílias, com o objetivo de dar a eles perspectiva e oportunidades para um recomeço. Acreditamos que esta etapa do desenvolvimento comunitário seja indireta, ou seja, são medidas que parecem paliativas ou emergenciais, mas que produzem resultados tanto imediatos quanto futuros.

Ásia Central

Pastores e líderes vivem de forma precária em virtude de um contexto de restrições ao evangelho, o que dificulta a busca por provisão familiar. Diante desta realidade, nossa atuação inicial para restaurar a dignidade destas famílias de pastores se dá por meio de parcerias com igrejas brasileiras que ofereçam um sustento mensal a estas famílias. Acreditamos que, assim, haverá melhores condições de pastoreio e vivência da fé cristã nas comunidades onde estes líderes estão inseridos.

Leia também em: Inglês

Shares
Share This
MAIS no Mundo